sábado, 24 de agosto de 2013

SUJEITOS PROMOTORES DA CULTURA E DO CONHECIMENTO NO PROCESSO DO DESENVOLVIMENTO E DA APRENDIZAGEM EM INSTITUIÇÕES DO CASE/FASE OU EM ESCOLA ABERTAA prática Pedagógica e o Educadores



    O propósito é fazer uma breve reflexão sobre a Educação, a violência à legislação e o contexto que envolve a sociedade, educadores, adolescentes e crianças em Instituições ditas então como Instituições Socioeducativas.
    Por se tratar a Educação um processo socioeducativo nas Instituições do CASE/FASE ou ESCOLA ABERTA, tem-se a premissa de que o educador é o sujeito com mais experiência cultural e conhecimento pedagógico sendo este o que exercerá maior influência no processo ensino aprendizagem, na reconstrução, integração e socialização dos sujeitos.
    O espaço que permeia a prática pedagógica em questão acontece em instituições com Regime de Privação de Liberdade ou em Regimes de Escola Aberta, para crianças e adolescentes em situação de risco, de vulnerabilidade ou defasagem escolar.
    Neste contexto constato que os Educadores estão sendo absorvidos pelo sistema institucional com isso estão deixando de lado o propósito social da educação. Falta-lhes reconhecer que vivemos em uma sociedade globalizada, onde adolescência exacerbada  exagerada busca autonomia e o desejo de afirmar-se com liberdade, de ser reconhecido como sujeitos de direitos e deveres.
    As crianças e jovens de nosso País são frutos de uma sociedade capitalista, são vistas como fontes de consumo e modelos, sejam eles positivos ou não. Nessa linha de pensamento acredito que nossos jovens e crianças buscam a inserção na sociedade, independente dos caminhos que estão buscando, caminhos estes que refletem de forma negativa na sociedade através da violência nos lares, nas escolas ou nas ruas.
    Cabe a nós educadores não ficarmos invisíveis e nem perpetuarmos o sistema, o momento é de turbulência em nossa sociedade e na educação, mas precisamos estar em constate processo de aprendizagem e transformações.
     Na educação de jovens e crianças depois da família, o papel dos Educadores e da Escola é o de transmitir valores sociais, preparar e promover o conhecimento para o pleno exercício da cidadania.
     A nós educadores compete a aquisição da formação continuada na área e não apenas cursos de capacitação a fatores de risco ou gerenciamento de situações de risco. Exercer a função conforme o Regime Jurídico do Magistério Público de  que cada Estado determina para fins jurídicos.
     Ao poder público dar o provimento e a infraestrutura as escolas, o preparo aos professores para trabalharem com alunos em situação de risco social.
     A escola é como se fosse um aparelho que recebe todas as informações do mundo capitalista e globalizado, o qual  impõe as famílias, educadores, crianças e jovens certos padrões de comportamento. 
Para Vigotski o aprendizado é um processo que resulta em desenvolvimento, este inicia antes da criança frequentar a escola, portanto a escola apenas introduz novos elementos ao desenvolvimento.
Muitos são os espaços que permeiam a educação, mas para que a Escola atenda as perspectivas, os Educadores, a Instituição CASE/FASE ou ESCOLA ABERTA e Governo dos Estados, devem juntos transpor os muros para a construção de legislação específica e políticas públicas que contemple a todos os sujeitos envolvidos nas medidas  ditas como socioeducativas.  


    

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Qual é a sua opinião a respeito do uso dos Blogs como um recurso didático em salas de aula?

Pesquisar este blog

SUGESTÕES DE VIDEOS

Loading...